Janela do fruticultor

Ferramentas

Monitoramento agrometeorológico

As diferentes profundidades indicadas no sistema procuram apresentar os tipos de culturas e a profundidade do sistema radicular. Deve-se ressaltar que grande parte dos índices de seca, ou estiagem agrícola considera, ou somente a chuva, ou em alguns casos a interação entre água disponível no solo como passivas. A analise considera valores estimados para culturas generalizadas, nos quais o coeficiente de cultura Kc não é empregado. Neste caso considera-se uma profundidade de solo, que leva em conta a profundidade de raízes e o volume de solo a ser explorado. Assim, são considerados 4 grupos de profundidade media de raízes , como na relação abaixo.

Profundidades Culturas
Z1 (25 cm) Alho; Arroz; Batata; Cebola; Hortaliças; Feijoeiro.
Z2 (50 cm) Amendoim; Feijoeiro; Milho; Sorgo.
Z3 (75 cm) Algodão; Cafeeiro; Cana-de-açúca; Citrus; Soja.
Z4 (100 cm) Cafeeiro; Cana-de-açúcar; Citrus.

Esta diversidade de profundidades procura diferenciar as culturas, assim como as diferentes capacidades de retenção de água no solo, que podem ser refletidas por um maior ou menor volume de exploração das raízes.

Neste caso, com base nos valores médios de temperatura do ar ou do total de precipitação pluviométrica, em um dado período, é contabilizada a água disponível no solo para 4 profundidades de sistema radicular: 25, 50, 75 e 100 cm, de modo que um maior amplitude de características de culturas ou solo. Ou seja, permitindo avaliar as condições para culturas como feijoeiro, hortaliças a até citros, cana-de-açúcar, assim como solos bem arenosos a solos com alta capacidade de retenção de água.

Definições:

  • DISP: água disponível no solo
  • DAAS: disponibilidade atual água no solo
  • DISPMAX: disponibilidade máxima de água no solo
  • DAAS = DISPANT + P - ETP
  • DAAS £ DISPMAX (se no cálculo DAAS > DISPMAX: DISPMAX)

Este valor de DAAS é armazenado na memória, sendo o DISPAN para o próximo período.

  • Os períodos são sequenciais;
  • Calcular sempre a cada 3 ou 4 dias;
  • Os DAAS, DISPMAX, DISPANT são características de cada localidade/local

Importante

Tanto o monitoramento agrometerológico como no balanço hídrico, usar um período mínimo de 3 dias. Em especial no balanço hídrico cálculos diários errados e induzem a conclusões errôneas.

A necessidade de irrigação é quanto de água deveria ser reposto no solo para que o mesmo volte à capacidade de campo. O limite crítico considerado é 60% de DISPMAX, de modo que:

Decisão água disponível no solo (A)
Sim A ≤ 60% do limite máximo
Não A > 60% do limite máximo
  • Plantio: refere-se ao fato do plantio da muda no campo
  • Poda: refere-se ao fato de ocorrência de poda